Que a fachada da casa é o principal elemento na hora de passar uma boa impressão para seus convidados e vizinhos é claro que você sabe né? Mas você já pensou em como otimizar esse elemento na hora de fazer seu projeto? Preparamos uma série de dicas para você que procura design, utilidade e segurança na hora de projetar sua casa, então confere com a gente!

A entrada da casa é o elemento principal na hora de recepcionar seus convidados, então ela deve ser o primeiro item a ser decidido quando olhamos para a fachada.

Ela pode variar bastante durante a fase de projetos, de modo a atender a especificação do cliente, como por exemplo o tamanho da garagem – quando o cliente já deixa claro que deseja ter uma garagem para 2 ou mais carros – afetando diretamente no tamanho do portão que será utilizado.

O portão também deve ser considerado e estudado, conforme as dimensões do terreno, para que seja escolhido o melhor tipo de abertura e material. O espaço disponível e as condições a que ele está sendo submetido também são variáveis importantes na hora de decidir o portão ideal para a sua casa.

E em casos em que o cliente deseja utilizar, os muros também devem ser considerados na fase de projetos, para que seja incluso na lista de materiais que será necessária para a execução da obra, evitando surpresas no orçamento quando for começar a construção.

Separamos para você esses três tópicos e detalhamos as variáveis mais importantes que devem ser escolhidas com cautela, junto de seu projetista, para que se tenha design e eficiência na hora de construir sua casa.

Garagem

O tamanho da garagem e do portão deve ser analisado conforme a metragem do terreno e do espaço disponível para utilização. A principal medida para começarmos a projetar a entrada casa é a testada do terreno – nome dado à medida entre os muros laterais – que será responsável pelo tamanho da garagem, podendo ser mais valorizada nos casos em que a testada é maior. Nesses casos, é possível dispor a garagem de maneiras diferentes, onde os carros serão acomodados de maneira mais livre, facilitando o trabalho do morador na hora de manobrar ou estacionar os veículos dentro dela.

Uma curiosidade interessante é que em casas de esquina, a testada é medida como um somatório das larguras nos dois sentidos das fachadas. Então, existem casos em que podem ser ainda mais valorizadas e oferecer mais espaço para escolha do posicionamento da garagem no terreno.

Também é importante lembrar que a garagem deve ser considerada ainda na fase de projetos, pois muitas pessoas ainda acreditam que é possível fazer grandes mudanças e improvisar uma garagem com um “puxadinho” depois que se inicia a obra ou, em caso de reformas, que a fachada já está pronta.

Nos casos de reforma, pode ser possível se houver o espaço suficiente e se o morador possuir os projetos da residência atual. Isso facilita muito na hora de nossos projetistas determinarem quais paredes, pilares e vigas são essenciais para a sustentação da casa ou são utilizados na passagem de tubulações e condutores. Caso contrário, será responsabilidade do dono da casa medir e localizar exatamente o posicionamento destes elementos, para que possa ser calculada as alterações.

Agora você já sabe a importância do projeto de uma garagem, mas você conhece os diferentes tipos de garagens? Tanto a frontal, lateral, nos fundos ou subsolo são tipos de garagens, mas todas elas têm uma aplicação recomendada, de modo a otimizar o espaço disponível no seu terreno. Clicando no botão abaixo, você pode conferir o nosso artigo que diferencia e explica cada um dos tipos de garagens, junto com projetos feitos por nós da 123Projetei, para exemplificar todos eles!

Portão

Outro elemento que poderá influenciar fortemente na fachada é o portão. Atualmente, se tornou um item opcional, pois muitas pessoas que moram em condomínios fechados, decidiram não utilizar mais o portão na sua residência, deixando o espaço da garagem aberto.

Mas para você que ainda deseja utilizar o portão na sua casa, vamos mostrar que existem diversos modelos, que podem ser instalados tanto na garagem quanto no muro que protege a sua casa!

Materiais

O material do portão é o primeiro aspecto que devemos determinar. Para cada situação, existe um material mais recomendado, com vantagens e limitações. A escolha do material também é diretamente proporcional à vida útil do portão, e os gastos com a manutenção. Por isso que deve ser definido com cautela, de modo a evitar problemas posteriormente.

Alumínio

O portão de alumínio é uma ótima opção para você que busca um bom custo beneficio. Ele oferece uma resistência mecânica satisfatória, possui uma resistência à corrosão extremamente eficiente, tornando sua vida útil muito mais longa, e é muito mais leve, tornando a instalação muito mais fácil e podendo ser utilizado um motor menos potente para seu acionamento.

Aço

O portão de aço é o mais clássico. Ele oferece maior rigidez e resistência e sem dúvidas é o mais seguro, porém possui algumas limitações devido às condições externas. O portão de ferro é mais sensível à oxidação, então ele deve tratado com a aplicação de pinturas periodicamente para resistir ao processo de corrosão do material. Ele também é um pouco mais pesado, em comparação aos outros materiais, tornando um pouco mais difícil a instalação e exigindo um motor um pouco mais potente para acionamento.

Vidro

O portão de vidro é um tipo um pouco mais raro, pois muitas pessoas duvidam de sua resistência, mas com o avanço da tecnologia, atualmente existem tratamentos térmicos como a têmpera que tornam o vidro muito mais resistente do que alguns metais. O portão de vidro tem um design único e pode ser um diferencial na sua fachada, deixando-a muito mais moderna e atrativa.

PVC

O portão de pvc é o tipo de portão mais barato, que possui uma vida útil relativamente boa por se tratar de um polímero, porém possui uma resistência mecânica muito inferior aos outros tipos, então se o foco da utilização do portão for segurança, vale a pena investir um pouco mais em algum dos outros materiais. É uma boa opção se o intuito for instalar um portão com um orçamento muito apertado, e pode atender às necessidades de quem precisa de um portão com urgência, mas não pode investir no momento.

Madeira

O portão de madeira é mais utilizado em casas de campo, mas também pode ser utilizado em casas nos meios urbanos. Eles geralmente têm um design rústico, que podem causar um contraste na fachada da casa e gerar combinações interessantes. Porém, é importante lembrar de que a madeira é um material muito resistente mecanicamente, mas um pouco sensível às intempéries. Então, é preciso adquirir uma madeira de boa qualidade, e aplicar tratamentos e vernizes periodicamente para que se tenha uma boa vida útil do produto.

Acionamento

Deslizante

Projeto #166

O portão deslizante normalmente é utilizado quando se têm uma boa medida de largura no terreno, pois ele precisa de espaço para que o portão se mova, abrindo a passagem para os veículos. Ele normalmente é composto por uma cremalheira e é acionado por motor elétrico.

Basculante

Projeto #412

O portão basculante é o mais recomendado quando se deseja aproveitar o espaço, pois a sua abertura é feita elevando o portão. Sua única limitação é que deve-se tomar cuidado quanto à altura, principalmente em rampas ou terrenos com inclinação, pois pode comprometer a entrada e saída de veículos muito altos. O seu acionamento é realizado por motor elétrico também, que normalmente fica suspenso em uma de suas colunas laterais.

Pivotante

Projeto #433

O portão pivotante deixou de ser muito utilizado recentemente, pois ele ocupa muito espaço na sua abertura, e nos casos que o portão possui duas folhas, é necessário a utilização de dois motores. Mas em casas construídas em terrenos muito amplos, casas de campo, ou até alguns condomínios, eles ainda são uma opção devido ao seu design. 

Muro

Por fim, um outro elemento que pode estar presente na fachada da sua casa, alterando seu estilo e reforçando a segurança, é o muro.

Em condomínios fechados e casas de campo, eles não são muito utilizados, porém em casas em locais urbanos, eles se tornam essenciais para preservar a segurança e a integridade da casa e dos moradores.

Os muros podem ter designs diferenciados, e se tornar muito versáteis quando combinados com portões que combinam com o restante da fachada. Podem ser aplicados revestimentos de madeira, gesso, vidro e também jardins que valorizam muito a fachada da casa, tornando-a bonita não só por dentro, mas também para quem passa pela rua e vê uma casa bem cuidada.

 

Vamos mostrar para você, alguns de nossos projetos com muros na fachada, para se inspirar na hora de fazer o seu projeto!

Vimos então que existem diversos tipos de portões, muros, garagens que você pode utilizar na hora de fazer o seu projeto, mas no final, não existe nenhuma regra do que é certo ou errado. Existem adequações e melhorias que podem trazer conforto e satisfação aos moradores. 

Então agora que você já sabe os elementos principais na hora de projetar a sua fachada de maneira útil, bonita e segura, aproveite as dicas que apresentamos aqui para passar ao seu consultor de projetos. Assim, ele poderá te informar todos os detalhes e valores que serão considerados na hora de executar sua obra, sem que você tenha nenhuma surpresa quando ver o valor final.

Quer entrar em contato com a nossa equipe? Você pode mandar uma mensagem para a gente aqui pelo site (só ir na página “contato” no menu) ou então, deixar um comentário que vamos te responder em seguida também. Ainda temos o nosso número 0800 008 0870 (ligações por telefone ou celular) ou o atendimento via WhatsApp (53) 98163-7462.

Gostou do nosso artigo? Não esqueça de compartilhar ele com os seus amigos clicando nos botões abaixo:

Share on facebook
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp

matheus.chinaglia

Matheus Chinaglia é Engenheiro Civil e CEO 123Projetei.

Deixe uma resposta