Claraboias, sheds, átrios e cúpulas. Você faz ideia do que eles têm em comum? Estes são apenas alguns tipos de iluminação zenital, uma técnica muito utilizada por arquitetos para solucionar um problema de deficiência de luz natural natural, ou simplesmente para incrementar a estética de um determinado ambiente.

A iluminação zenital parte do princípio do próprio significado da palavra “Zênite” – que significa “topo” em algumas traduções – logo, o conceito que essa ideia deseja transmitir é o aproveitamento da claridade proveniente da incidência solar, no ambiente desejado.

Essa técnica possui variações conforme o método de instalação, porém uma coisa todos estes tipos têm em comum: tanto as claraboias, como as cúpulas, átrios ou qualquer um dos tipos de iluminação zenital são instalados exatamente no topo da construção, ou melhor, no telhado.

Este artigo tem como intuito apresentar técnicas que podem ser a solução para você que procura melhorar a iluminação natural da sua casa. Junto com o seu arquiteto e engenheiro, é possível também aplicar as técnicas que serão apresentadas, mesmo depois que a construção está pronta.

Tipos de Iluminação Zenital

Basicamente, os tipos de iluminação zenital mais comuns são:

1. Claraboia

A claraboia é o modelo mais comum entre os projetos residenciais. Elas são aberturas planas, normalmente com estruturas metálicas e feitas de policarbonato ou vidro laminado. Elas são capazes de iluminar até oito vezes mais do que uma janela do mesmo tamanho.

 

Projeto #241

2. Claraboia Tubular

A claraboia tubular mantém as mesmas características da claraboia comum. Sua única diferença é a estrutura que ela possui abaixo da superfície translúcida, em forma de tubo, que tem como intuito converger os feixes de luz solar a uma área específica.

3. Cúpula

Também conhecido como domo, as cúpulas são mais utilizadas em ambientes comerciais. Por ser responsável por uma grande parcela da luminância inserida no ambiente, a cúpula deve ser bem dimensionada e posicionada, de modo a não se causar desconforto nas pessoas que estão no ambiente.

4. Shed

Os sheds são telhados com o formato de dentes de serra, e são muito utilizados na indústria, quando o intuito é direcionar a iluminação com uma certa angulação. Entretanto, isso não é uma regra. Os sheds, se bem aplicados, podem estar presentes também em projetos residenciais, como demonstra o nosso projeto #427, desenvolvido pela equipe da 123Projetei.

 

5. Lanternin

Os lanternins são mais utilizados em ambientes industriais, devido à necessidade de serem instalados em um espaço com um pé direito consideravelmente alto. Eles são compostos por uma superfície sobressalente, com aberturas em suas faces opostas. Além de promover uma melhoria na iluminação, uma característica específica do lanternin é a melhoria da ventilação no ambiente, já que ele promove a ventilação cruzada vertical.

6. Átrio

Os átrios, mais comuns em shopping centers, ambientes públicos e comerciais, são estruturas em formato triangular, que permitem a incidência da luz solar com uma ótima distribuição. Estão muito presentes também em construções antigas e em alguns casos, são acompanhados de cúpulas também.

iluminacao zenital quadrada

Para ficar mais visual a diferença entre os tipos de iluminação zenital, preparamos esse comparativo, que tem como objetivo exemplificar o modo que a luminosidade entra no ambiente, por meio da cobertura escolhida. 

Vantagens

Obviamente, a maior vantagem de se utilizar claraboias e suas variações, é o fato de aumentar significativamente a iluminação natural no ambiente, tornando-o muito mais receptivo, com um estilo moderno e único.

Além disso, se aplicado da maneira correta, gera uma economia mensal no consumo de energia da casa.

Desvantagens

Uma das desvantagens na utilização de claraboias é a manutenção e limpeza. Antes de decidir que vai utilizar uma, você deve se certificar que será possível o acesso para limpeza, ou se necessário, contratar alguém especializado para fazer uma manutenção periodicamente.

É importante lembrar também que o seu engenheiro deve ser consultado antes da instalação, pois a claraboia pode aumentar a temperatura dos ambientes, devido à maior incidência de radiação solar dentro do cômodo. Em regiões muito quentes, isso pode se tornar desconfortável.

Bom, agora que você já conhece os tipos de iluminação zenital, suas vantagens e desvantagens, você pode decidir se precisa aplicar essa técnica em algum ambiente na sua casa. Lembre-se de que instalações como esta são muito mais simples de serem executadas quando estão ainda na fase de projetos.

Mas, se você se interessou por essa técnica e vai optar por utilizar claraboias ou outro tipo de iluminação zenital na sua casa, lembre-se sempre de contratar um profissional especializado para isso. Aqui na 123Projetei trabalhamos com projetos personalizados – desenvolvidos do zero, para você que deseja construir a casa dos seus sonhos exatamente como sempre imaginou. Conte conosco para tirar qualquer dúvida e estamos sempre disponíveis em qualquer um dos nossos meios de comunicação para o contato com nossos clientes. 

Quer entrar em contato com a nossa equipe? Você pode mandar uma mensagem para a gente aqui pelo site (só ir na página “contato” no menu) ou então, deixar um comentário que vamos te responder em seguida também. Ainda temos o nosso número 0800 008 0870 (ligações por telefone ou celular) ou o atendimento via WhatsApp (53) 98163-7462.

Gostou do nosso artigo? Não esqueça de compartilhar ele com os seus amigos clicando nos botões abaixo:

Share on facebook
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp

matheus.chinaglia

Matheus Chinaglia é Engenheiro Civil e CEO 123Projetei.

Deixe uma resposta