• Post published:Dezembro 3, 2019
  • Post category:Artigos
  • Post author:

Tá pensando em construir e quer evitar aquele velho problema de mau cheiro? Ou já possui a sua residência construída e não consegue achar de jeito nenhum de onde vem aquele mau cheiro na sua casa ou apartamento?  Então esse artigo é pra você!

PALAVRA DO CEO

Para você que curte assistir os vídeos no nosso canal (@123Projetei), o nosso CEO e engenheiro civil, Matheus Chinaglia, gravou mais um falando sobre o assunto e contendo tudo o que você precisa saber sobre Mau Cheiro, que tal dar uma olhadinha? Confira logo abaixo:

O “cheiro de esgoto” nas casas é um problema mais comum do que se imagina, mas também é, na maioria das vezes, muito fácil de ser solucionado. Fique ligado em mais uma matéria exclusiva que trouxemos pra você e descubra todas as possíveis causas do mau cheiro e como solucioná-las! 

Para começar, o que é o mau cheiro e de onde ele vem?

O mau cheiro é proveniente de um gás que fica nas tubulações /encanamento da sua casa, este gás é necessário e não é possível existir tubulação sem ele. O problema, está em quando este gás acaba vazado, podendo ser por erro de projeto, construção ou por outros motivos que veremos a seguir:

1ª possibilidade: gases estarem vazando pelo ralo seco

O “ralo seco” é o ralo que geralmente fica do lado da sua bacia sanitária ou na sua lavanderia. Basicamente, é o ralo que não possui contato constante com água, como o ralo do chuveiro, por exemplo. E é exatamente aí que está o problema: a falta de contato com a água!

Existe algo chamado “fecho hídrico”, que é a camada de água presente em desconectores. Esta água, age como uma barreira que impede a passagem dos gases provenientes do esgoto, por isso, se o problema de mau cheiro for por causa dos ralos secos da sua casa, a único coisa que você deve fazer, é colocar ÁGUA no seu ralo ao menos 1x por semana. Sim, só isso! Pois a água do fecho hídrico rapidamente evapora, sendo necessário repor. Não precisa de misturas mágicas e muito menos quebra-quebra!

2ª possibilidade: vedação inadequada

Este problema pode ocorrer em alguns lugares, como na bacia sanitária, no anel vedante. 

O anel vedante se localiza na tubulação que vai no chão, e, caso ele não seja colocado, os gases do mau cheiro certamente sairão. Acontece também, que com o passar do tempo o anel vedante vai ficando ressecado, perdendo assim a sua funcionalidade Para evitar este problema, basta trocar o anel vedante regularmente, ele custa cerca que dez reais!

Outro local muito comum de ocorrer vazamentos é no sifão de pias (de banheiro, lavanderia…), o sifão deve estar bem encaixado e com a rosca, visto que geralmente coloca-se o sifão direto no cano, o que deixa uma folga para os gases passarem. É importante também que o seu sifão tenha o mesmo formato da imagem ao lado, pois assim os gases serão impedidos de vazar por causa do fecho hídrico.

Muita atenção com este tipo de ralo! Ele é muito utilizado nas casas por possuir um design atraente e também pelo seu valor acessível. Acontece que, a sua tampa é uma parte essencial pois faz parte também do fecho hídrico, ou seja, caso quebre, dificilmente você conseguirá substituir e assim os gases vazarão.

Já este modelo se trata de uma caixa sinfonada com ralo e, apesar mais cara, é uma opção bem mais segura que o ralo comum, pois ele faz a ligação do esgoto primário com o secundário. Você precisa apenas ter dois cuidados com ele: garantir que a tampa sempre esteja presente e colocar água ao menos uma vez por semana.

3ª possibilidade: vazamento pela sifão

O sifão é uma parte importante da tubulação e, caso não seja colocado da maneira correta, ele não realizará a sua função corretamente, que é basicamente levar a água embora, como nas privadas.

4ª possibilidade: problema na instalação sanitária

Diferentemente dos outros problemas mostrados, este é um problema bem mais sério, e que provavelmente você precisará do famoso “quebra-quebra” para solucionar. O melhor jeito, é realmente, evitar esta situação, para não ter muita dor de cabeça!

O esgoto secundário, é o que está em contato com os gases provenientes da fossa séptica, já o secundário não possui contato com estes gases. O erro, que é muito comum, ocorre quando o esgoto primário é ligado diretamente na tubulação  do esgoto sanitário, ocasionando o mau cheiro. Caso este seja o seu problema, o único jeito de resolver é contratando um pedreiro para solucionar este problema. Por isso a necessidade de um bom projeto para evitar este tipo de situação! Lembre-se sempre que você pode contar conosco!

E você, já teve esse tipo de problema? Conta pra gente aqui nos comentários! Também compartilhe essas dicas com os amigos clicando nos botões à seguir:

Share on facebook
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp

Rafaela

Graduanda em Engenharia Civil Empresarial pela Universidade Federal do Rio Grande (FURG) e membro do Diretório Acadêmico do curso. Ela é natural de São Paulo/SP, atualmente cria conteúdos para a 123Projetei e é fã de carteirinha de Friends e The Beatles!

Deixe uma resposta

This Post Has One Comment