Projeto arquitetônico de planta baixa: o que é e como escolher o seu!

123 Projetei

24 de fevereiro de 2022

Quem se interessa por construção civil ou arquitetura já deve ter escutado falar sobre a planta baixa. Em termos gerais é um elemento que deve estar presente em projetos que envolvam esses campos. 

Além disso, quem é profissional ou estudante da área sabe bem que o contato com a planta baixa é iniciado logo nos primeiros períodos, buscando capacitar o aluno para o futuro exercício prático da profissão. 

Se você ainda não ouviu falar sobre o projeto arquitetônico de planta baixa, o artigo de hoje vai esclarecer um pouco mais sobre ele, portanto continue com a leitura e fique por dentro!

planta baixa

O que é uma planta baixa?

A planta baixa nada mais é do que um documento elaborado por um profissional da área, que geralmente é o arquiteto ou o design de interiores, que objetiva oferecer um esquema de uma casa ou até mesmo de apenas um cômodo.

Por isso, a planta baixa é representada através de um desenho técnico, que possibilita visualizar cada cômodo da casa de cima, permitindo assim uma maior objetividade de detalhes. 

Além disso, a planta baixa é elaborada a partir de uma escala com todas as medidas do imóvel em que será executado o projeto arquitetônico. 

Como regra geral, a planta baixa é feita a partir de um corte de aproximadamente 1,5 m do piso, e acima disso são dispostos todos os elementos que farão parte do projeto, como é o caso dos revestimentos e da mobília, por exemplo. 

Uma planta baixa é composta por alguns itens que não podem faltar, os três principais deles são a escala, que geralmente serve para representar as paredes e janelas, as linhas de dimensão, que fornecem as distâncias entre determinado objeto a outro, por exemplo, é a chamada planta baixa com layout, que diz respeito a detalhes mais específicos de mobília, por exemplo. 

planta baixa

Qual é a importância da planta baixa para um projeto arquitetônico? 

Quem deseja construir ou reformar e recorre aos serviços de profissionais da área de arquitetura ou design de interiores, espera sempre um retorno interessante, principalmente, com relação ao projeto elaborado. 

Por isso, quanto mais recursos disponíveis será melhor, visto que, o cliente se aproximará do projeto e conseguirá fornecer detalhes mais específicos com base, especialmente, daquilo que ele está vendo. 

Nesse caso, a planta baixa é primordial em todo projeto arquitetônico, já que ela proporciona para o cliente uma visão mais realista de como será quando o projeto for executado. 

Além disso, é possível analisar com clareza uma série de fatores, como é o caso da distância entre os móveis, a abertura de portas e qual será o espaço disponível para livre circulação. 

Outro detalhe essencial da planta baixa é a possibilidade de encontrar erros, sejam eles estruturais ou até mesmo observados pelo cliente, e assim realizar as mudanças necessárias antes de avançar com o projeto, evitando possíveis contratempos futuros. 

Por fim, não se pode falar em projetos hidráulicos e elétricos, por exemplo, sem antes existir a planta baixa, pois de modo geral, ela é a base de todos os elementos que surgirão depois. 

Equipe 123 Projetei

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.