• Post published:Fevereiro 28, 2020
  • Post category:Artigos
  • Post author:

Projetar, construir e decorar a casa com os gostos da sua família faz parte dos sonhos de pelo menos 95% dos brasileiros. E nós ficamos imensamente felizes em participar dessa etapa importante da vida dos nossos clientes. Porém, o tempo vai passando, e com ele eventualmente vem as crianças… E agora? O que muda? Será que precisa alterar tudo, começar do zero?!

Realmente, a chegada de uma criança em casa, é sinônimo de mudança da rotina dos pais, rabiscos que invadem as paredes e os brinquedos que passam a ser parte da decoração. Sendo assim, muitas famílias passam a preferir um lar seguro e funcional ao invés de manter a decoração de sua preferência, muitas vezes repletas de itens de vidro, por exemplo, o que passa a ser inviável. Com certeza, será necessário abrir mão de algumas coisas e fazer algumas adaptações, porém com essa matéria te mostraremos que é possível sim conciliar os dois mundos, que na verdade não são tão distantes assim.

Caso você vá construir e já tenha a intenção de ter crianças em casa futuramente, ou se já possui os seus pequenos e deseja construir uma outra casa, do zero, justamente por esse motivo, é interessante que você considere algumas questões já na hora de projetar a sua casa. Porém, é possível também adaptar a sua casa já existente e a seguir te mostraremos como.

  • Segurança

Os papais de plantão com certeza concordarão que esse é o fator que mais deve ser levado em conta, e realmente, não estão errados. Uma casa deve ser antes de tudo segura, de forma com que os pequenos se sintam confortáveis e não possam ser colocados em situações que sejam de risco para eles, já que energia eles possuem de sobra porém, sem a mínima noção do perigo!

Caso haja itens de decoração, principalmente os que sejam de vidro, porcelanato ou qualquer material que tenha tendência de quebrar, devem ser mantidos fora do alcance. Você pode optar por prateleiras em lugares altos ou até mesmo algum modelo de armário que possua porta de vidro, fazendo com que fiquem à mostra porém sem chance de contato.

Em relação aos móveis, você deve evitar aqueles que são pontiagudos, logo, cortantes, pois assim, em caso de impacto, os danos serão bem menores. Você pode optar por móveis redondos, que além de modernos serão itens extremamentes seguros. Se desejar não abrir mão das superfícies quadradas, você pode adaptá-las, protegendo as bordas com cantoneiras de silicone. Lembre-se que é importante sempre que a casa se adapte ao seu gosto, sempre há uma solução para juntar estética, segurança e funcionalidade. É importante lembrar também que suas crianças não serão crianças para sempre, já a casa terá a intenção de durar por décadas.

Itens que, com certeza serão indipensáveis são telas nas janelas e grades nas escadas, caso haja. Nós sabemos que não agregará em nada na decoração, e em muitos casos podem incomodar, mas como dissemos antes, a segurança deve vir em primeiro lugar. Lembre-se também que são utensílios temporários, até que seus filhos tenham capacidade de entender o perigo daquilo, já que são facilmente removíveis.

  • Um Cantinho Para Eles!

Aqui vemos a importância de pensar nos detalhes ainda no projeto. Um espaço reservado para eles, com certeza será algo que agregará para toda a família! Veja só: para a criança, claro, será ótimo ter um espaço só para ela, de forma com que ela sinta que está em seu mundo. Tudo estará em seu alcance e ali pode ser um lugar divertido e de brincadeiras! É algo que também estimula o desenvolvimento, pois pode tudo ser feito de forma educativa, com cores fortes e uma decoração que estimule a imaginação. Pode se tornar também um local que gerará lembranças incríveis para a toda a família, que tal separar 1 hora diária e reunir todos da casa naquele cantinho para brincar com os pequenos?! E para a casa em si, também será ótimo ter um local para concentrar todos os brinquedos, de forma que eles não fiquem espalhados pela casa.  

Use e abuse na decoração! Uma ótima opção também é fazer uma parede de lousa e ensinar que somente aquela pode ser desenhada. Posteriormente, quando as crianças crescerem, você pode transformar o ambiente em algo novo, como um escritório, uma biblioteca, sala de tv ou até mesmo um closet.

  • Organização

Desista! Nada será como antes (rs), porém nada de pânico! Há algumas soluções que podem manter a casa organizada mesmo com os milhaaares de brinquedos que virão a surgir! Um bom jeito de “esconder” os brinquedos, é ter compartimentos que você e as crianças possam armazenar os brinquedos de forma mais prática, sem necessitar ficar levando até o local que eles realmente pertencem toda hora. Prefira colocar esses compartimentos em lugares estratégicos e mais utilizados da casa, como na sala de estar ou sala de tv.

  • Tchau, paredes!

Uma ótima dica, é vocè realizar a integração dos ambientes, o que te possibilitará áreas de circulação amplas com espaço livre para as crianças correrem sem que me machuquem ou esbarrem em algo. Outra sugestão é você utilizar apenas os móveis essencias, pois, se colocar muitos deixará o espaço estreito e assim dificultando a circulação até mesmo dos adultos em casa. Na maioria das vezes, lembre-se que menos é mais.

  • Móveis & Decoração

Guarde essa frase e use para todos os futuros móveis que for adquirir enquanto há uma criança em casa: ele precisa ser fácil de limpar, e difícil de quebrar!         

Caso você tenha o dia apertado e não consiga dedicar tanto tempo assim para a limpeza da casa, tem algumas dicas que podem te ajudar, como: caso queira usar tapetes, opte por um que seja fácil de limpeza, resumidamente, aqueles de pelinhos são os mais complicados de limpar e mais fáceis de sujar, podendo enroscar comidas, massinhas, ou coisas do tipo. Sendo assim, tapetes lisos se tornam uma ótima opção. Evite os carpetes também, pisos em azulejos são extremamente mais práticos para o dia a dia.

Para o sofá e poltronas, você pode adquirir capas que sejam de uma cor de seu agrado, assim protegerá o sofá, você poderá lavar sempre que precisar e ainda pode modificar com o tempo, dando um novo ar para a decoração. Ah! Dica extra: cores escuras demoram muito mais a sujar, então, caso te agrade, você pode optar por tons escuros, dando um ar sofisticado na decoração e ainda funcional, pois você não precisará lavar sempre.

Para o uso da madeira, busque um acabamento rústico, pois disfarçará coisas como marcas de copo, arranhões ou rabiscos.

Para a mesa de jantar, as de vidro ou fórmica facilitarão na hora da retirada de cola ou massinha, que eventualmente aparecerão ali “magicamente” hehe.

Sobre os revestimentos, você deve obter um pouquinho de cuidado na escolha pois alguns chegam a ser tóxicos, podendo prejudicar a saúde da criança, escolha também um que seja que fácil manutenção, há alguns materiais que impedem a proliferação de fungos, mofos e bactérias, preservando assim a saúde dos pequenos!

E que tal móveis multiusos? Principalmente para o quarto, serão algo de grande valor. Camas ou bancos com baú embaixo e nichos facilitarão e muito a vida de todos da casa!

Cuidado com os pisos e com as texturas nas paredes! Principalmente nas áreas molhadas, os pisos devem ser antiderrapantes e as paredes, de preferência, lisas, evitando sempre possíveis acidentes.

Para finalizar, confira alguns espaços que fizemos especialmente para eles:

416
qqq

Esse foi um projeto personalizado para um quarto para dois irmãos!

brinqq

Este parquinho faz parte de um projeto de uma cafeteria, feito especialmente para as crianças terem um cantinho próprio.

 

E aí, curtiu esse artigo? Não esqueça de compartilhar com os amigos para ajudar aqueles que tem pequenos em casa!

Share on facebook
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp

Rafaela

Graduanda em Engenharia Civil Empresarial pela Universidade Federal do Rio Grande (FURG) e membro do Diretório Acadêmico do curso. Ela é natural de São Paulo/SP, atualmente cria conteúdos para a 123Projetei e é fã de carteirinha de Friends e The Beatles!

Deixe uma resposta