Como funciona um telhado? Como é a composição dele? Se você está a fim de conhecer mais a fundo a cobertura da sua casa dos sonhos, continue essa leitura!

Em todos detalhes da sua casa dos sonhos, definir o tipo ideal de telhado é um tópico inegavelmente importante que deve ser analisado com cuidado e acima de tudo, com ajuda do profissional responsável pelo projeto.

O telhado consiste na cobertura da construção que tem como função principal proteger a estrutura das intempéries – vento, calor tórrido, chuva, etc. – e além disso, também proporcionar conforto térmico à edificação.

Além da sua função principal, ele se tornou um item de caráter estético, eventualmente servindo para embelezar e decorar a edificação. Em outras palavras, muitas vezes ele define o estilo da obra. Desta forma, a melhor opção, seja aparente ou platibanda, deve estar de acordo com o projeto e os gostos pessoais do cliente.

Consequentemente a tipologia deve ser estabelecida depois da análise e planejamento de variáveis como: clima da cidade, posição solar, planta baixa do projeto, altura da caixa d’água, mão de obra e orçamento disponível. Por consequência, teremos uma cobertura de qualidade com soluções específicas para o cliente.

Composição do telhado

Um telhado é composto por uma estrutura própriacom o intuito de carregar as forças aplicadas. Ou seja, além do seu próprio peso, deve suportar o peso dos revestimentos, forros suspensos, materiais de isolamento, cargas de ventos, bem como outros elementos que serão fixados ou apoiados na estrutura.

Como exemplo selecionamos as partes inclusas e suas funções para ajudá-los nessa escolha tão crucial. Mas, que fique claro, as partes representadas no infográfico valem não apenas para a cobertura aparente como também para a platibanda:

partes do telhado

Tesoura do telhado

Em primeiro lugar temos a tesoura. Ela é considerada a base que suporta toda a estrutura. A princípio, a construção da cobertura é iniciada por ela, onde é posicionada para fechar o vão transversal formado pela parte mais alta do telhado. Em seguida, conheça os elementos da tesoura:

  •  Pendural: Peça vertical da tesoura que recebe as cargas das peças diagonais;
  • Diagonal: Serve para receber as cargas das terças;
  • Chafuz: Serve para travar as terças nas diagonais;
  • Linha: Parte inferior da tesoura. Em suma tem a função de distribuir as cargas da tesoura para a viga ou pilar ou peça estrutural que ela estiver apoiada.

Terça

Em segundo lugar, as terças são encaixadas diretamente sobre as tesouras para a sustentação dos caibros, paralela à cumeeira.

Caibros

Logo após, temos os caibros. Eles são colocados perpendicularmente às terças, sua inclinação é de acordo com o caimento do telhado. Ele sustenta as ripas e a estrutura junto das terças e tesouras para que ela possa começar a receber mais peso.

Ripas

Depois disso, as ripas são empregadas perpendicularmente aos caibros e paralelas as terças. Cada linha de telhas deverá ter uma ripa, então a quantidade delas depende do tamanho, tipo e peso da telha.

Cumeeira

Posteriormente temos a cumeeira que é o ponto mais alto da cobertura e por isso, caracteriza a divisão das águas e sua direção de escoamento.

Beiral ou “puxadinho” do telhado

Por fim temos o beiral, conhecido como o “puxadinho” do telhado. O beiral é a projeção da estrutura para fora do alinhamento da parede, onde se montam as calhas e tem função principal de evitar que a água caia diretamente na parede, ou entre pelas janelas e portas. Uma vez que as chuvas podem danificar a edificação com o passar do tempo.

beiral do telhado

Telhas

Peça geralmente de barro cozido, de forma variada, que imbricada em outras, forma a cobertura de uma edificação. Certamente as telhas são essenciais na cobertura aparente ou platibanda. Afinal, platibanda também vai telhas! Posto que elas são apenas escondidas com a parede da platibanda.

Águas do Telhado

O telhado é dividido em partes que chamamos de águas. Nesse sentido, o número de águas diz respeito à quantidade de direções que o telhado possui, ou seja, podemos ter uma estrutura que escoa a água da chuva para diferentes planos inclinados. Só para ilustrar, observe a imagem abaixo:

águas do telhado

Telhado de Uma Água

É o tipo mais simples e muito utilizado para construções pequenas, principalmente edículas. Ao passo que ele possui apenas um plano de escoamento, podendo se estender para proteger a entrada da edificação. Sua execução é mais rápida e o custo menor, em constraste com os outros modelos.

Telhado de Duas Águas

Esse tipo tem dois planos para escoamento, podendo ter inclinações iguais ou distintas. Coberturas com 2 águas possuem dois modelos mais comuns: 1) Telhado Cangalha e 2) Telhado Americano.
Assim sendo no primeiro modelo, uma cumeeira no encontro entre os dois planos inclinados. Em contrapartida, no segundo modelo, um dos planos é mais alto que o outro.

Telhado Cangalha
Telhado Cangalha
Telhado Americano
Telhado Americano

Telhado de Três Águas

Possui três planos inclinados para escoamento. Portanto, em sua forma há uma cumeeira central e dois espigões.

Telhado de Quatro Águas ou Mais

São coberturas de padrão construtivo mais elevados. Se acaso for 4 águas, teremos 4 planos inclinados para escoamento. Esse tipo é conhecidos como um modelo de cobertura versátil que se encaixam em diferentes tipos de construção.

Por outro lado, quando temos uma cobertura com mais de 4 águas, por certo se trata de uma residencia de grande área.

Assim sendo, uma casa com vários planos de escoamento caracteriza um Projeto Arquitetônico diferenciado e com personalidade. É o queridinho de alguns clientes,  com o propósito de configurar uma sobreposição em diferentes alturas, criando níveis com as telhas. Isto é, o projeto terá um telhado mesclado com vários tipos de inclinações e trazendo modernidade.

No entanto fique atento pois a dificuldade de execução é proporcional à quantidade de águas. Portanto, certifique-se que sua mão de obra seja qualificada. Somando, mais madeiramento implica em um custo final elevado.

caimento do telhado

Materiais usados na cobertura

Primeiramente as estruturas dos telhados aparente e platibanda podem ser compostas de materiais como aço e madeira.

Quando estamos falando de materiais relacionados às telhas, possuímos uma variedade maior no mercado. O tipo de telha também é um tópico que deve ser definido durante o Projeto Arquitetônico para proporcionar a estética, conforto térmico e iluminação necessária para o cliente. Entre os principais materiais temos:

  • Cerâmica: feitas de argila e bem comuns no Brasil. Estas são encontradas em vários formatos e atua como um ótimo isolante térmico;
  • Fibrocimento: resultado da combinação de cimento com fibra de amianto. Muito utilizada pela facilidade no ajuste das peças e economia no madeiramento. É a telha de melhor custo x benefício no mercado;
  • Alumínio e aço galvanizado: são telhas de aço que passam pelo processo de galvanização ou zincagem para proteger o aço da telha da corrosão atmosférica;
  • Concreto: são bastante resistentes e pesadas, podendo ser encontradas em diversas cores e formatos;
  • Transparentes: também chamadas de telhas de aclaramento, podem ser de fibra de vidro, polipropileno e policarbonato. São uma boa opção para reduzir o uso de iluminação elétrica durante o dia.

telhado transparente

Telhado Aparente ou platibanda?

Para concluir, agora que você já sabe as partes, os tipos mais comuns e os materiais empregados, que tal pensar se sua casa dos sonhos terá telhas expostas ou escondidas com platibanda?

Platibanda

O termo platibanda designa o prolongamento de uma parede que emoldura – esconde – o telhado das edificações. Sua altura é variável e usualmente é feita do mesmo material do restante da construção.

Apesar de ser esteticamente moderno e acompanhar os atuais padrões arquitetônicos de construção, a platibanda também possui uma execução acessível devido à possibilidade de escolha de materiais mais em conta – como telhas de fibrocimento – e pelo uso reduzido da madeira. Ou seja, é um modelo geralmente mais economico.

o que é platibanda

Telhado Aparente

Como o próprio nome diz, o telhado aparente fica visível e é considerado o estilo mais tradicional e comum no Brasil. Portanto, se você pretende executar uma cobertura de várias águas, deixá-lo aparente fará com que a estética dos planos inclinados fique ressaltado.
Além disso, esse tipo é resistente devido seu peso e a dificuldade de ser retirado com ventos fortes.

telhado aparente

E agora? Você já se sente mais confiante e pronto para escolher se na sua casa dos sonhos terá telhado aparente ou platibanda?

Entre em contato conosco para mais informações e ajuda para definir qual estilo é o mais funcional para sua família. A 123Projetei avaliará suas necessidades e preferências para assim, apresentarmos a melhor solução pro seu projeto.

Venha fazer parte desse time que só cresce!

 

Share on facebook
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp

Monise Melo

Criadora de conteúdo e responsável pelas Mídias Sociais da 123Projetei. Graduanda de Engenharia pela Universidade Federal do Rio Grande (FURG).

Deixe uma resposta

This Post Has 2 Comments

  1. josiane marafigo

    legal os modelos eu precisava um modelo de telhado para sobrado de 2 andar cobertura telha esmaltada .